HABROK MUSIC

Sidônio Raftopoulos

bg-habrokmusic2

Nasci em Belo Horizonte,moro atualmente em Florianópolis. Tenho 34 anos, sou casado com Lara Barum e pai de Lucas (16 anos), Ágatha Luna (9 anos) e Miguel Rudah (1 ano).

A música sempre esteve presente em minha vida desde muito cedo. Gostava muito de ouvir minha mãe tocar violão e cantar para mim. Aprendi a tocar violão e contrabaixo aos 11 anos e aos 12 já montei minha primeira banda e em seguida muitas outras vieram. Além de tocar, o que também sempre foi importante e esteve presente na minha vida envolvendo a música foi o marketing, a gestão e empreendedorismo. De forma sutil que na época não percebia, mas hoje vejo em todos os detalhes do que fazia: estimulando a galera para ensaiar, fazer shows, criar site, e-mails e etc. Tudo o que fosse desse universo eu procurava ler e praticar na banda. O que me levou hoje ser formado em design e marketing.

Aos 15 anos eu já estava envolvido em trabalhos sociais com a comunidade Caverna de Adulão, pioneira no underground cristão do Brasil. Com 17 anos fiz um curso de Socialização Transcultural pela JOUCM na Amazônia, onde fiquei um tempo rodando por Porto Velho, Acre e Bolívia, fazendo trabalhos sociais com índios e ribeirinho, sempre com a música envolvida.

Aos 18 anos já estava casado, morando no Rio de Janeiro e tocando contrabaixo em uma banda de reggae, PinGODagua, onde viajei boa parte do Brasil e também participei de trabalhos sociais em comunidades como Rocinha, Vidigal entre outras. Voltei para a Amazônia e fiquei mais 4 anos como responsável pela Comunicação da Jocum Porto Velho/RO.

Depois morei durante 2 anos em Alto Paraíso de Goiás, Chapada dos Veadeiros, onde tive uma experiência fantástica com uma comunidade Rastafari. Vivia muita música nesse tempo, tinha 3 bandas de reggae e sempre procurando puxar a galera incentivando e produzindo.

Em 2011 montamos a SE Design que hoje é a Agência Habrok, agência de Marketing Digital, onde tem o foco maior na área artística. Trabalhamos com grandes nomes como Oficina G3, Mauro Henrique, Rodolfo Abrantes, Resgate, Palavrantiga, Marcos Almeida, DJ PV, O Muro de Pedra, Heloisa Rosa, Juninho Afram, Salomão do Reggae, entre vários outros, fazendo lançamentos de álbuns, design, gestão de redes sociais, sites e campanhas. Nesse tempo também criamos um projeto chamado Rota Independente que dava apoio às bandas independentes.

Paralelo a isso toquei 2 anos contrabaixo na banda de reggae do Lu de Souza onde rodamos o Brasil.

Em 2017 iniciei a trajetória como produtor. Foi após uma conversa com amigos da banda O Muro de Pedra, que ressolvi assumir a parte da agenda deles. Mas na rotina prática, acabei me descobrindo fazendo muito mais do que apenas cuidar da agenda. Então assumi o posto de produtor artístico, de estrada e executivo da banda com o apoio total de Victor Pradella, Thiago Tonini e Anderson Kuehne. Amei tanto tudo isso que comecei a estudar cada vez mais a parte da produção, mesclando música e marketing. Logo após isso resolvi arriscar e ir além da produção. Comecei empresariar a banda O Maior Clichê do Mundo, que antes nem existia nome, apostando e iniciando um trabalho do zero que em poucos meses já estava colhendo ótimos frutos.

Hoje posso dizer que tenho me realizado como gestor de carreiras. Tenho visto que meu trabalho tem tido relevância no mercado musical. Sinto-me honrado em trabalhar lado a lado com Mauro Henrique, que há mais de 6 anos, cuido de toda parte que envolve a imagem, desde de redes sociais, site, parceria com marcas e agendas.

Assim sigo em frente, estudando e buscando cada vez mais inovação para esse mercado, mostrando que não adianta ter uma boa música se não tem um bom marketing. O oposto também é verdadeiro! Por isso precisamos ter uma mescla desses dois para aí sim teremos um produto de sucesso.